LIVRARIA DO PAUL - LIVROS SELECIONADOS PESSOALMENTE PELO AUTOR

Os lugares onde vivemos são os verdadeiros personagens. Vinte e dois contos de terror, mistério e fantasia onde os lugares são minuciosamente descritos, levando o leitor a um passeio por fatos e ambientes baseados em lendas e misteriosos acontecimentos, alguns reais e outros imaginários. Neste primeiro trabalho de Paul Richard Ugo, a morte e o sobrenatural são tratados de maneira diferente do que se costuma ver em outros thrillers literários. Os Contos de Alguns Lugares têm como característica os lugares onde as tramas acontecem, com uma descrição detalhada que leva o leitor a visualizar os ambientes fazendo com que estes se transformem também em personagens.

A morte é a única certeza que temos. E a hora de sua chegada nunca nos é apresentada com precisão. Ela pode vir cedo, pode vir silenciosa, estridente, pode demorar a vir. Mas, virá. E ela pode ser provocada por nossas escolhas na vida, por aquilo que fazemos, comemos e... bebemos. Espero que estes dois pequenos textos façam você refletir sobre as escolhas, pois a morte está sempre à espreitar nossas vidas. Saúde!

O que acontece quando você abre os olhos e não reconhece sua realidade? Quando seus pesadelos aparecem bem na sua frente, recitando canções malditas? O que fazer quando o próprio tempo deixa de fazer sentido em uma ilha maldita que distorce o paraíso? E se você, por um momento descuidado, preferir ser enganado?

A narrativa é exuberante, uma verdadeira aula poética do potencial que a língua portuguesa pode alcançar, sem ser truncada ou arrastada, cada conto é uma construção orgástica que excita as 'papilas gustativas' do leitor a níveis profundos e prazerosos. Se M.R. Terci tivesse nascido na época em que se passam suas histórias provavelmente estaríamos estudando sobre seu estilo nas escolas nos dias de hoje." - BIBLIOTECA DO TERROR

Será que nós estamos impunes a todas as maldades que fazemos com outras pessoas? Será que não há um pagamento que temos que acertar em determinado momento de nossas vidas, a fim de pagar por tudo que ruim que causamos a outras pessoas? Será que existe um mal puro e encarnado, somente esperando o momento certo para cobrar esse pagamento?

O que acontece quando uma pessoa cética e racional esbarra em um caso inexplicável?
Milo é um clínico geral decadente, que vive dia após dia numa rotina sem fim, totalmente sem vaidade, expectativas ou ambições. Seu dia-a-dia se resume a assistir pacientes e assinar receitas médicas, até que acaba atendendo Anna, uma jovem cantora que faz de todos os seus dias uma aventura. Algo está prestes a mudar a vida de Milo radicalmente e abalar as estruturas de seu raciocínio. Anna pode ser a peça chave do que está por vir... Coincidência ou milagre? Real ou surreal? Em que Milo deve acreditar?

Ao abrir as páginas desse tomo, você encontrará 13 contos de horror, bem ao estilo das antigas narrativas weird. No universo de Duda Falcão habitam monstros antediluvianos, demônios, vampiros, bruxas, feiticeiros e criaturas reanimadas trazidas das garras da morte.

Um estranho retrato pendurado no corredor da casa de sua avó causa um assombroso fascínio no jovem Alfredo, em “O retrato tétrico”. Duas irmãs sozinhas em casa em um dia nublado, frio e silencioso revelam um segredo que talvez devesse ter permanecido oculto para todo o sempre, em “As inocentes”. A mais pura essência do medo e do terror, personificada em “Malpurga”, é finalmente superada por um homem no começo da velhice – será?

Coletânea de contos de horror escritos por Leonardo Otaciano e seu filho Matheuz Silva. O conto principal intitula a obra e arranca terríveis sensações de medo de Nícolas, Phil, Dan, Arnold e Nestor, garotos de Leopoldina, que conhecem a perversidade de um medonho palhaço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário